Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Canoinhas

wallpaper-cristao-hd-uma-só-carne-casal_1366x768Ao contrário do que muitos pensam, falar sobre qual é o papel da mulher na sociedade e no matrimônio, ainda se faz necessário em pleno século XXI. As mulheres têm sido bombardeadas por padrões estéticos e por falsas ideias sobre liberdade. Em 2015, uma mulher que deseja ser esposa e mãe, houve das pessoas que ela é “apenas uma mãe” ou quando lhe perguntam o que ela faz e ela responde ser dona de casa, esta é confrontada com a pergunta “– Mas você não trabalha?”. As mulheres do século XXI por vezes tem-se tornado reféns da “liberdade feminina”.

O texto bíblico citado acima, nos apresenta algo que soa muito estranho para os ouvidos da maior parte da sociedade na atualidade, “mulheres, sujeitem-se”. A submissão da mulher ao homem dentro do contexto do matrimônio é assunto quase que proibido. Tachado como retrógado.

Talvez você que esta agora lendo este texto pense: que loucura! uma mulher falando de submissão, enquanto tantas outras lutam pela liberdade da mulher. Mas preste atenção, falo e defendo a submissão da mulher dentro do matrimônio e não a opressão. Infelizmente algumas pessoas não conseguem perceber a diferença entre estas duas situações. Mas a opressão consiste em um ato de oprimir, um efeito de tirania, enquanto que a submissão tem haver com um ato voluntário de se submeter, humildade.

Uma mulher falando em defesa da submissão feminina dentro do matrimônio é facilmente explicável. Trata-se de uma mulher cristã, que compreende a Palavra de Deus como instrução deixada por Ele para lhe guardar dos males do mundo. Cristo Jesus foi submisso a Deus fazendo a vontade dEle (Jo 5.30; 6.38; 8.29), e Jesus afirma fazer a vontade do Pai de forma espontânea (Jo 10.18). Jesus por meio de seu exemplo comunica que a submissão não é algo a ser temido, mas sim abraçado como um passo dado pelo discípulo em direção ao mestre Cristo Jesus. Assim como Cristo é exemplo para os homens de como eles devem amar as suas esposas (Ef 5.25), da mesma forma Ele serve de exemplo para as mulheres de como estas devem ser submissas aos seus maridos. Que fique claro ao seu marido e não a qualquer homem.

A Palavra de Deus em Gn2.18 apresenta a mulher como aquela que é criada para ser a auxiliadora do homem, “Então o Senhor Deus declarou: ‘Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda’”. Mas ser auxiliadora do homem não coloca a mulher em uma posição inferior como muitos podem imaginar; ser auxiliadora faz com que a mulher seja aquela que supre as insuficiências do homem com suas próprias suficiências. Homem e mulher foram criados por Deus de forma tão maravilhosamente diferentes, para que ambos pudessem se complementar, e isso acontece no matrimônio, quando ele se trata de um relacionamento a três: homem, mulher e Deus.

As mulheres que desejam um Homem de verdade, do qual se falou no artigo da semana passada, devem estar dispostas a se tornarem Mulheres de verdade aos olhos de Deus.

Por: Franciele Keila Müller Martins de Souza

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: